Ficha Técnica
Data do projeto 2016
Local: Campinas
Fase: Concurso Nacional
Área total da construção: 2.250,51m²
Arquitetura: Samir El Banate, Lilian Nascimento, Felipe Vedovello Cardoso de Moraes
Colaborador: Patricia Tenca de Silva Claro, Fabio Pinto Wetten
Consultoria: Eng. Maurício Oliva de Farias (estruturas), Eng. Maximiliano Bortolon Leitão (hidráulica, elétrica, comunicação e ar condicionado), Arq. Vera Luz Santana (sustentabilidade)
Gerenciamento: Samir Set El Banate.

CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES

  • Condema – Conselho do Meio Ambiente
  • Exposições – dois tipos de exposições: temporária e permanente
  • Oficinas – educação ambiental deveria constar do programa
  • Localização do terreno – Parque Portugal – Campinas/SP
  • Parque e cidade – a área de intervenção está interna ao parque, mas o espaço foi pensado para ser um equipamento para a cidade.
  • Mobilidade – apesar de não ser um item específico do projeto, entendemos que deveria ser parte da vida útil do edifício, sendo que os deslocamentos, principalmente o individual, produzem parte significativa dos gases de efeito estufa que o projeto quer minimizar.

PARTIDO ARQUITETÔNICO

O parque para o projeto é entendido como o chão da cidade, por isso dois princípios são importantes, uma grande praça que se configura a partir dos edifícios e um grande eixo de passagem que faz a ligação entres as diversas partes do parque e da cidade.

A praça é dedicada à atividade sobre sustentabilidade, configurada por um edifício elevado do solo e outros dois edifícios no nível do solo justapostos ao edifício elevado. O edifício elevado e as projeções da cobertura dos edifícios no nível do solo formam a marquise que faz a ligação entre todo o programa, o parque e a cidade.

O edifício elevado é fruto da atitude de manter o chão da cidade e do parque, e ao mesmo tempo criar um espaço sombreado, nesse espaço que agora se configura como praça. Este sombreamento propicia diversas atividades de estar embaixo do edifício, pensado como uma grande marquise de ligação com as atividades do nível térreo e com os elementos do parque, suas ruas internas.

Os edifícios que estão no térreo, na praça, por reduzirem áreas no parque, devolvem a ele suas áreas verdes originais em suas lajes com vegetação.

São, então, dois níveis de programas: os do nível da praça e os do superior.

Os programas diretamente ligados ao tema da sustentabilidade, como oficinas e exposições permanentes, estão posicionados no nível da praça, juntamente com alguns equipamentos ou infraestruturas tais como: filtro de afluentes, jardim filtrante e jardim de infiltração, horta, bicicletário, vestiários, espaços de carga e descarga, estacionamento para deficiente e espaços sombreados.

Os programas ligados ao Condema e as exposições temporários estão no edifício elevado.

A construção:

  • A construção foi pensada para ser uma montagem no local. Para isso, teremos a superestrutura em concreto armado e aço. As peças em concreto serão produzidas na indústria e transportadas ao local em painéis e nos respectivos pilares. O aço é utilizado nas treliças que, sustentadas em quatro pilares, são transportadas em partes montadas, e a montagem final acontece no local. Vigas transversais às treliças fazem o travamento e estruturam as lajes alveolares do piso superior e dos mezaninos. O brise está estruturado na treliça, sendo é composto por chapas micro perfuradas e perfil de aço. As divisões internas do edifício são de placas de madeira.
  • O bloco dos elevadores, estoque, almoxarifado, bicicletário e vestiários é composto de placas de concreto no perímetro do bloco e as paredes internas em placas de madeira
  • Os blocos das oficinas, exposição permanente e auditório são em concreto armado pré fabricado.As placas de concreto da laje recebem tratamento de impermeabilização e sobre ela, uma vegetação rasteira. As divisões internas são em placas de madeiras.

Sustentabilidade

  • além da construção contar com itens de racionalização e industrialização dos materiais e com baixo índice de manutenção.
  • o conjunto dos edifícios contempla alguns equipamentos que facilitam e ajudam no controle do desperdício e otimização dos recursos utilizados.
  • placas solares na captação de energia, sensores de presença nos ambientes, além de sensores de temperatura e ruído.
  • Como deve permanecer aberto em grande parte dos dias, o edifício foi projetado de modo a favorecer a ventilação cruzada e o controle de insolação, se necessário, o edifico contará com controle de temperatura mecanizada.
  • Toda água utilizada passa por tratamento dos resíduos: a água cinza tratada pode ser utilizada na irrigação dos jardins, limpeza e vasos sanitários e a água negra será tratada e bombeada até uma rede coletora.
  • Os materiais utilizados, grande parte são de origem ou podem ser reciclados.
  • A iluminação zenital na praça
  • Esquadrias com vidro duplo e película refletora de calor – vidro de alto desempenho.
  • Calçamento com alta capacidade de drenagem.
  • Área para retenção de agua da chuva em tanque e em lagoa.
  • Área destinada a coleta seletiva de lixo

Os edifícios

  • O edifício principal, onde se encontra o CONDEMA e a área de exposição, bem como os acessos, tem um comprimento de 95 metros, com uma largura de 20 metros.
  • A concepção estrutural foi utilizada uma relação favorável entre os balanços e vão centrais que resultam em valores mínimos de momentos, essas relações são econômicas, por apresentarem momentos negativos iguais aos positivos, portanto mínimos ( REBELLO, 2001), estas relações estas na proporção de 1/5 nos balanços para 3/5 no vão central. Ou seja, os balanços são de 19 metros para um vão central de 57 metros.
  • Para os edifícios que configuram as lajes com vegetação e as passarelas externas, a concepção estrutural utilizada é do conceito de laje cogumelo. Para isso, cada pilar receberia duas placas de concreto pré-fabricadas que juntas formam um quadrado de 10 metros por 10 metros. Assim, o transporte seria feito em peças de 10 metros por 5 metros. Sendo, que a justaposição destes quadrados configura a laje desses espaços. Totalizado uma área de 30 metros por 20 metros cada.